Boletim via e-mail

Levamos a sério as normas da antispam.br e garantimos que o seu e-mail será utilizado exclusivamente para as mensagens deste site.

Notícias › 09/10/2018

Coral das Meninas Canarinhos encanta São Paulo

meninas_081018

Frei Augusto Luiz  Gabriel e Moacir Beggo

São Paulo (SP) – Não poderia ser diferente. Quem conhece o trabalho do Instituto dos Canarinhos de Petrópolis sabe que as apresentações dos Corais masculino e feminino não têm similar no Brasil e muito raramente no exterior. Por isso, a apresentação na Igreja São Francisco de Assis, na Vila Clementino, encantou os paulistanos nesta segunda-feira, 8 de outubro, às 20 horas. Esta foi a segunda apresentação do dia das Meninas na Capital, já que antes, às 14 horas, se apresentaram no projeto conhecido como “Chá do Padre”, do Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras) e que atende a população em situação de rua. Essas duas apresentações deram início à turnê que vai até o próximo dia 14, marcando os 30 anos de fundação do Coral.

Frei Valdecir Schwambach, pároco da Paróquia São Francisco de Assis, na Vila Clementino, deu as boas vindas a todos. “É uma noite de alegria, júbilo e contentamento para a nossa Paróquia”, disse. E realmente foi uma apresentação emocionante.

Dirigidas pelo maestro Marcelo Vizani, as Meninas começaram conquistando o público logo de cara: “Romaria”, de Renato Teixeira. Na sequência, “Passarim”, de Tom Jobim; “Sapato Velho”, de Cláudio Nucci e Paulinho Tapajós; “Les Avions”, de C. Barratier; “Con te partirò”, de Lucio Quarantatolo/Francesco Sartori; e “Sambalêle”, do folclore brasileiro. Veio, então, o repertório sacro com “Laudate Dominum”, de Mozart; “Ave Maria”, de Deborah Lutz; “Memorare”, de Henrique Oswald; “Pie Jesu”, de Andrew Lloyd Weber; encerrando com “Laudate Pueri Domino”, de Felix Mendelssohn. O público foi à loucura com a apresentação e ganhou bis com “Aquarela do Brasil”, de Ari Barroso, para encerrar em grande estilo a noite.

meninas_081018_2

O Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel, não escondeu sua alegria. “Eu vou repetir aquela velha frase: a música é a linguagem universal da humanidade. Creio que as Meninas Canarinhos de Petrópolis conseguiram traduzir isso cantando em latim, em francês, em português, cantando músicas polifônicas, cantando e encantando ao mesmo tempo. Foi uma apresentação com uma qualidade musical excelente, afinação perfeita, solistas ótimas. Conseguiram dialogar com toda essa plateia que esteve aqui na igreja. Elas também, através de suas vozes, são proclamadoras da grandeza de Deus, que dialoga com a humanidade através da música”, elogiou Frei Fidêncio.

O Vigário Provincial Frei César Külkamp é também diretor do Instituto Meninos Cantores de Petrópolis. Segundo ele, o coral faz parte de uma instituição que já tem 76 anos de evangelização pela música. “Além disso, esse Instituto tem uma Escola de Música como parte do trabalho de educação e do trabalho social da nossa Província Franciscana da Imaculada Conceição, que existe para evangelizar, encarnar os valores do próprio Evangelho e, ao mesmo tempo, proclamá-los ao mundo de hoje”, disse, explicando com detalhes as Frentes de Evangelização da Província.

meninas_081018_1

Segundo Frei César, o Instituto acolhe crianças das instituições educacionais da Província e, pelo menos uma metade dessas crianças vêm de outras instituições ou instituições públicas. “Por isso é um trabalho educacional e também social pela música. Pela presença dos educadores, pela presença dos frades, pela espiritualidade franciscana, essas crianças se preparam para louvar a Deus através da música de qualidade”, explicou, lembrando que os Corais se revezam aos domingos nas celebrações da Igreja do Sagrado de Petrópolis.

Para comemorar os 30 anos do Coral das Meninas, o Instituto programou uma turnê que ainda vai passar  também por Bragança Paulista, Campinas e termina em Curitiba no próximo dia 14. A viagem contará com a presença de 38 cantoras e no dia 12, a data do aniversário do coral, participará de uma missa especial em Curitiba, presidida por Frei Marcos Antônio Andrade.

Amanhã, dia 9 de outubro, às 19h30, o Coral se apresenta na Catedral Nossa Senhora da Conceição de Bragança Paulista e, no dia 10 de outubro, no Anfiteatro da Universidade São Francisco  (USF) na Unidade Swift, às 19h30.

Fundado em 1988 por Frei José Luiz Prim, o Coral das Meninas dos Canarinhos coleciona apresentações memoráveis e participações em grandes projetos, incluindo turnês pelo Brasil e em Portugal. Durante as quase três décadas de existência, apenas três maestros estiveram à frente do coral: a professora Silvia Muniz, o maestro Gilberto Bittencourt e, desde 1998, o maestro Marcelo Vizani.

CONFIRA AS APRESENTAÇÕES EM VÍDEOS