Boletim via e-mail

Levamos a sério as normas da antispam.br e garantimos que o seu e-mail será utilizado exclusivamente para as mensagens deste site.

Mensagem do pároco › 30/05/2017

Junho: Tempo de celebrar Santo Antônio

DSC_4436 (2)Sutilmente o tempo vai passando e, quando vemos, já estamos na metade do ano. Rubem Alves observou com a agudez própria do poeta: “Quem sabe que o tempo está fugindo descobre, subitamente, a beleza única do momento que nunca mais será…” O tempo que Deus nos dá é dádiva, dom. Como você se relaciona com o tempo?

Por vezes, ouço pessoas que vivem numa louca ansiedade para que o dia passe rápido, que a semana não demore a passar, para que o ano termine logo… para chegar onde? Para fazer o que depois dessa sucessão de tempo? Como se depois viesse um tempo diferente. Amanhã seremos a continuidade do pouco que ontem e hoje construímos em nós mesmos.

 No mês de junho temos a alegria de celebrar o querido santo franciscano Santo Antônio. Todos os anos, muitos devotos do santo visitam nossa paróquia, participando das missas, buscando uma bênção, rezando pela família, pelas pessoas enfermas, pedindo um casamento. Todos os santos falam para nós das coisas do dia a dia. Santo Antônio não é diferente: é o santo que lembra que precisamos rezar para que tenhamos o suficiente para sermos felizes: alimentação, saúde, cultura e paz. Santo Antônio intercede por nós pelas coisas perdidas!

 Desejo que a festa de Santo Antônio, como nos demais anos, seja momento de comunhão e alegria. Momento para aprendermos a mensagem do cuidado, tão importante no mundo atual. Cuidado com o próximo: ele é dom de Deus. Cuidado com a mãe terra: dela saímos, somos do seu DNA.

Os meses de junho e julho trazem várias datas que nos convidam a lembrar do tema do cuidado. No dia 5 de junho celebramos o dia do Meio Ambiente; no dia 17, Dia de luta contra a desertificação, no dia 20, Dia Mundial dos refugiados; dia 26, Dia das vítimas de tortura; no dia 28 de julho temos o Dia do agricultor e Dia Nacional de conservação da natureza.

 Como se vê, várias datas que nos lembram a importância do cuidar. Gestos simples podem fazer a diferença. Economizar os recursos naturais é uma atitude sábia que podemos assumir mais e mais para o bem de todos.

Fraterno abraço a todos (as)!

Frei Valdecir Schwambach, ofm