Boletim via e-mail

Levamos a sério as normas da antispam.br e garantimos que o seu e-mail será utilizado exclusivamente para as mensagens deste site.

Notícias › 17/02/2018

Missa de abertura da Campanha da Fraternidade na Região Episcopal Ipiranga

Fraternidade e superação da violência”
“Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8)

Abertura CF 2018 REICelebramos na última sexta-feira, dia 16 de fevereiro, o lançamento oficial da Campanha da Fraternidade 2018.

A Missa no Santuário Nossa Senhora de Aparecida foi presidida por D. José Roberto Palau e concelebrada pelos párocos e representantes das 35 paróquias que compõe a Região Episcopal Ipiranga.

Lançada pela primeira vez em 1964 a Campanha da Fraternidade deste ano tem, segundo Dom José Roberto, um “tema atualíssimo”. Em sua homilia o Bispo enfatizou que, na Quaresma, somos mais fortemente tocados pela Palavra e que esta tem uma dupla dimensão: comunitária, mas também social, onde todos nós temos de vivenciar, assumir e buscar a salvação de todos, mas, enfatizava Dom José, uma salvação INTEGRAL do ser humano. Neste sentido Quaresma e Campanha da Fraternidade caminham juntas.

Abertura CF 2018 REIEmbora o Brasil detenha 3 % da população mundial, nosso país é responsável por 13 % dos assassinatos no mundo – um escândalo por si só, uma “epidemia de homicídios”! Entretanto, nosso Bispo enfatizou não só a grande violência das páginas policiais, mas as pequenas violências que passam desapercebidas de nossos olhares e corações endurecidos. A violência do olhar raivoso, a violência psicológica, a violência nas escolas com a prática do “bullying”, a violência no trabalho e nos meios de comunicação. Esse tipo de violência nos marca física, moral e emocionalmente.  Ainda mais sutil, mas não menos importante, levantou uma questão sensível: a questão da violência do preconceito – político, de raça, de classe, de intolerância na diversidade do pensamento – fora, mas também dentro da Igreja!

Por fim, Dom José nos conclama a praticar a Fraternidade e exorta nossa participação e nosso empenho na disseminação desta Campanha em nossas comunidades e aponta uma direção para que possamos superar a violência:
Cultivando o diálogo;
Cuidando das palavras e das atitudes;
Promovendo a vida;
Combatendo a injustiça
Reivindicando educação.

Luiz Fernando Ribeiro, da PASCOM paroquial.



Os comentários estão desativados.