Boletim via e-mail

Levamos a sério as normas da antispam.br e garantimos que o seu e-mail será utilizado exclusivamente para as mensagens deste site.

Sem categoria › 25/11/2015

São Francisco e o Presépio de Greccio

presepio_franciscoeclara

Está chegando o Natal do Senhor e a alegria de montarmos, em família, nosso tradicional presépio. O que poucos sabem é que a tradição do presépio começou com São Francisco de Assis ao preparar um presépio vivo vivo na cidade de Greccio, como narra Tomás de Celano, um de seus biógrafos: “São Francisco disse: ‘Quero lembrar o menino que nasceu em Belém, os apertos que passou, como foi posto num presépio, e ver com os próprios olhos como ficou em cima da palha, entre o boi e o burro’. Fizeram o presépio, trouxeram palha, um boi e um burro. Greccio tornou-se uma nova Belém, honrando a simplicidade, louvando a pobreza e recomendando a humildade”.

São Francisco venerava a simplicidade, pobreza e humildade de Deus no Mistério da Encarnação. Talvez, sua intenção ao representar o nascimento do Salvador seja revelar para nós: um Deus Conosco; um Deus Encarnado; e um Deus Atual. Deus Conosco porque ao contemplarmos o Presépio nos damos conta de que aquele Deus distante, inacessível e invisível não existe mais! Deus é quem tem a iniciativa de vir até nós de forma palpável num recém-nascido, para viver conosco cada momento de nossas vidas. Deus Encarnado porque, ao contemplarmos o presépio, nos damos conta de que aquele Deus que desconhece nossas alegrias, lutas e dores de nossa existência humana não existe mais! Deus é Divino e de “carne e osso”, como nós! Este Deus que se encarna assumindo nossa fragilidade humana  conhece e, por isso, participa de nossas alegrias, lutas e dores, próprias de nossa humanidade. Deus Atual porque, ao contemplarmos o presépio, nos damos conta de que o nascimento deste Deus, nascido do ventre de Maria e deitado na manjedoura, não foi apenas um acontecimento histórico do passado, mas que se “atualiza” dentro do nosso coração, no cerne de nossas vidas, na intimidade de nossas famílias e no mundo! Presépio não é relembrar ou recordar um Deus que nasceu, mas atualizar um Deus que nasce a todo momento em nós, no nosso modo de ser, agir e viver a cada dia.

Desejamos a todos os nossos queridos paroquianos um Santo, Abençoado e Feliz Natal do Senhor e que, ao montarmos nosso presépio em família, possamos sentir a presença deste Deus Conosco, Encarnado e Atual em nossas vidas! Feliz Natal!

Frei Roberto Ishara, OFM



Os comentários estão desativados.