Paróquia São Francisco de Assis

Rua Borges Lagoa, 1209 - Vila Clementino - São Paulo - SP

(11) 5576-7960

paroquiavila@franciscanos.org.br

Palavra do Paroco › 06/01/2022

80 anos de história

      A belíssima Igreja dedicada a São Francisco, localizada na Rua Borges Lagoa, na Vila Clementino, foi surgindo pouco a pouco, com a colaboração da comunidade. Ao pesquisarmos a história da fundação de nossa paróquia, encontramos que sua inauguração ocorreu no dia 29 de junho do ano de 1.941, quando foi empossado o primeiro vigário (pároco), Frei Afonso Turges que, “com sua bondade personificada e espírito religioso, a dirigiu até seu afastamento por moléstia grave, fato esse verificado em fins do mesmo”.

      No ano de 2021, tivemos a alegria de celebrar os 80 anos da fundação da Paróquia São Francisco de Assis. Note-se que celebramos a instituição da Paróquia, pois o “templo” que temos celebrará 80 anos daqui a alguns anos. A trajetória da São Francisco está ligada ao atendimento aos hospitais, de um modo muito especial, o Hospital São Paulo. Tanto é que a Assembleia Paroquial realizada no final do ano de 2.018, quando celebrámos o encerramento da primeira etapa do Sínodo Arquidiocesano, definiu a Paróquia como “uma igreja com vocação hospitalar”.
Esta “vocação hospitalar” é visibilizada sempre que a Paróquia recebe pessoas de diversos locais da imensa cidade de São Paulo, da região metropolitana e do Brasil inteiro. Pessoas estas que estão em tratamento nos hospitais vizinhos ou familiares e amigos que estão acompanhando alguém em tratamento.

      Nasce uma nova compreensão do conceito de territorialidade. Esta foi considerada “há séculos, o principal critério para concretizar a experiência eclesial. Hoje, o território físico não é mais importante que as relações sociais” (Doc. da CNBB, nº 100). Muito mais importante que a territorialidade, o sentido de pertença à comunidade faz-se um referencial muito mais significativo. Ficamos felizes ao saber que tantas pessoas encontram em nossa igreja, acolhimento, identificação e um lugar onde possam revigorar suas forças. A igreja vai sendo construída de um modo especial pelos laços afetivos que nela são desenvolvidos entre os seus fieis.

      Quando preparamos as celebrações dos 80 anos da Paróquia, escolhemos exatamente privilegiar o fato de que estamos celebrando a vida e a missão da Paróquia na Vila Clementino.

      De um modo muito especial, a Igreja no Brasil fala em “conversão pastoral”. “Pastoral nada mais é que o exercício da maternidade da Igreja. Ela gera, amamenta, faz crescer, corrige, alimenta, conduz pela mão. Por isso, faz falta uma Igreja capaz de redescobrir as entranhas da misericórdia. Sem misericórdia, poucas possibilidades temos hoje de inserir-nos em um mundo de feridos” (Papa Francisco. CNBB, nº 100).

      Registramos aqui nosso agradecimento a todas as Pastorais, movimentos, equipes, voluntários e colaboradores desta querida comunidade que é Igreja viva no coração de tantas pessoas que aqui encontram um lugar de paz, oração, alento e alimento espiritual para as lutas do dia a dia. Pedimos licença para agradecer nominalmente aos Freis Carlos Lúcio N. Corrêa e Frei Euclydes F. Pezzamiglio, vigários paroquiais nos últimos anos e todos os demais freis que compõe a Fraternidade da Sede Provincial.

      A Paróquia São Francisco continuará em sua missão de ser a Casa do Pão, da Palavra, da Caridade. Terminamos este editorial com as palavras da paroquiana Wilma Deléo Pessoa que, na ocasião da missa dos 80 falou em nome da comunidade e fez uma síntese histórica da Paróquia. “Neste momento, em 2021, a comunidade agradece e celebra com carinho a caminhada corajosa e a missão acolhedora dos 80 anos da Paróquia. Nosso Padroeiro e o carisma franciscano preenchem com afeto, esperança e fé o coração da comunidade. E quando o sol perpassa os belos vitrais, é possível pensar nos versos de Adélia Prado: ‘Igreja é o melhor lugar. Lá estou em casa. Me guardo. Lá tudo lá fica seguro e doce’”.

Frei Valdecir Schwambach
Dezembro de 2021

X