Paróquia São Francisco de Assis

Rua Borges Lagoa, 1209 - Vila Clementino - São Paulo - SP

(11) 5576-7960

paroquiavila@franciscanos.org.br

Palavra do Paroco › 22/06/2021

Junho, festividades!

Queridos paroquianos,

Paz e Bem!

Chegamos ao mês de junho. Neste mês, celebramos no dia 13, um dos santos mais queridos de nossa Igreja: Santo Antônio. Sem dúvidas, Santo Antônio é o santo que nos lembra que nenhuma coisa, por mais preciosa que seja tem o poder de preencher a alma humana. Só Deus, que criou a alma do ser humano, tem poder para preenchê-la de sentido. O poeta francês Lamartine (1790-1869) diz o seguinte: “Limitado em sua natureza, mas infinito em seus desejos, a criatura humana é um ser divino que vive em permanente saudade do céu”. Santo Antônio nos fala de Deus e nos ajuda a sermos buscadores de Deus e do cultivo da fé.

No dia 11 deste mês, celebraremos a solenidade do Sagrado Coração de Jesus. Numa das orações para este dia, encontramos a afirmação de que Jesus está mais interessado na nossa felicidade que nós mesmos. Celebrar o Sagrado Coração de Jesus é exatamente celebrar o amor incontido de Deus que extravasa de Si mesmo para alcançar todas as demais criaturas, filhas e filhos de Deus.

Neste ano, conforme já vimos acompanhando em outras edições deste Boletim, estamos celebrando os 80 anos de nossa querida Paróquia São Francisco de Assis. Conta-nos a cronologia da Paróquia que o prédio particular da Família Cruz foi transformado em igreja provisória, sendo a mesma inaugurada no dia 29 de junho de 1941 – Festa de São Pedro e São Paulo. Por questões que todos nós conhecemos, a pandemia, resolvemos celebrar os 80 anos da Paróquia com as festividades de nosso padroeiro, São Francisco.

Dos ensinamentos da Igreja, especialmente do magistério do Papa Francisco, aprendemos que a Paróquia deve ser um oásis, um local onde os peregrinos chegam para encontrar alívio para as dores, coragem nos momentos de desânimo e forças nos momentos de fragilidade para continuarem seu caminho.

A comunidade de fé é local propício para ouvir a Palavra, dirigir nossa prece a agradecimento a Deus. É o local adequado para criar vínculos. Sobre a vida de oração, coloco o seguinte: “Não podes rezar em casa como na Igreja, onde se encontra o povo reunido, onde o grito é lançado a Deus de um só coração. Há ali algo a mais, a união dos espíritos, a harmonia das almas, o vínculo da caridade, as orações dos presbíteros” (CNBB, doc. nº 100, p. 92).

Ao longo dos 80 anos de nossa Paróquia, temos de agradecer, pois tem sido local em que as pessoas se achegam por se sentirem convidadas a participar por impulso do próprio Cristo, ouvindo seu apelo “para que todos sejam um” e vivam como irmãos. Da Igreja novamente aprendemos que a Paróquia é a igreja que está onde as pessoas se encontram, independentemente de vínculos de território, de moradia. É a casa onde as pessoas se encontram. O chamado é para todos. É casa aberta para todos formarem a grande família de Deus, a família dos que querem ouvir a Sua Palavra e a colocar em prática.

Sejam bem-vindos todos à Paróquia São Francisco. Sejam bem-vindos os inteiros, os feridos e os profundamente machucados!

Mês de junho abençoado para você!

 

Frei Valdecir Schwambach

X