Paróquia São Francisco de Assis

Rua Borges Lagoa, 1209 - Vila Clementino - São Paulo - SP

(11) 5576-7960

paroquiavila@franciscanos.org.br

Dom José Roberto aos crismandos: sejam coerentes e levem ao mundo o perfume de Cristo

foto_crisma

 

No dia 07 de dezembro, 2º Domingo do Advento, a Paróquia São Francisco de Assis da Vila Clementino, recebeu Dom José Roberto Fortes Palau, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo para a Região Episcopal Ipiranga, para a celebração de Crisma de 26 jovens e adultos, entre ouvintes e surdos. A igreja esteve lotada para a celebração que teve início às 11h30, quando Dom José Roberto agradeceu a acolhida do pároco, Frei Djalmo Fuck, e da comunidade paroquial, que o recebia pela primeira vez.

Em sua homilia, Dom José Roberto recordou João Batista, personagem símbolo da conversão neste 2º Domingo do Advento, caracterizando-101_1089o como um homem santo e coerente: pregava e vivia, “entre todos os nascidos de mulher, não há ninguém maior do que João” (Lc 7, 28). O bispo destacou ainda a humildade de João Batista, cuja voz era instrumento da Palavra: “eu não sou o messias, mas vim preparar os caminhos do Senhor”, e completou “João Batista estava a serviço de Jesus. A missão de João Batista era levar as pessoas até Cristo e o fez com rara maestria. Além do mais, todo o discurso de João Batista girava em torno de conversão, a luta contra o pecado, e a nossa vida hoje não é diferente, é uma luta contra o pecado: cada um tomar consciência de sua fraqueza” e, dirigindo-se aos crismandos: “No batismo já recebemos a graça, a presença do Espírito Santo em nós. Vocês, que serão crismados, receberão agora um acréscimo de graça, uma ação especial do Espírito Santo agindo em vocês para serem testemunhas de Cristo, serão fortalecidos na luta contra o pecado, uma luta que dura a vida inteira e que exige muita paciência e perseverança, aliás, são estas duas palavras que não podem faltar na vida cristã: paciência e perseverança”, e completou: “João Batista cumpriu a sua missão e, hoje, ele é um belo exemplo para nós, Cristo deve continuar a ser anunciado, e hoje, a voz que anuncia Cristo não é mais a de João Batista, é a nossa, nós hoje somos testemunhas de Cristo para o mundo. Este é o sentido maior do Sacramento da Confirmação”.

Dom José Roberto finalizou pedindo aos crismandos para que sejam coerentes como João Batista e, assim como serão ungidos com o óleo perfumado do Crisma, levem ao mundo o perfume de Cristo.

101_1131Feita a renovação das Promessas Batismais e encerrado o rito da Confirmação com a unção com o óleo do Crisma, prosseguiu-se a Celebração Eucarística. Ao final, no momento de ação de graças, a jovem Maria Clara, neo-crismada, fez os agradecimentos a Dom José Roberto, Frades, Catequistas, familiares, amigos e comunidade paroquial que acompanharam a caminhada dos jovens e adultos durante este ano de preparação para receberem o Sacramento da Confirmação, quando então assumiram, de forma definitiva, o compromisso de ser “Sal da Terra e Luz do Mundo”, ser a lâmpada que existe, não para ficar escondida, mas para que faça brilhar a luz das boas obras para o louvor de Deus.

X